Os Sensible Soccers estão de volta com o seu terceiro longa duração, “Aurora” e “Elias Katana” é a primeira amostra deste novo álbum.

Se em “Villa Soledade” trabalharam sobre o imaginário das estradas nacionais, de um país real e por cumprir, esquecido e alienado, em “Aurora” evocam um Portugal pessoal e optimista, da infância e das memórias inventadas: as férias com os pais, as visitas de estudo, o sul de Espanha, as distâncias maiores e o tempo distendido, os Setembros melancólicos, os singles pop e o FM estéreo, os primórdios do topless e as discotecas gigantes, as coisas que se imaginava que aconteciam em sítios onde não se ia.

A gravação, conduzida por João Brandão, decorreu em Dezembro de 2018 em regime de residência na Casa do Soto (Arouca).  A produção é assinada por B Fachada, que acompanhou a construção do álbum e participa em três temas ao volante de um sintetizador modular. Os Sensible Soccers– Hugo Gomes, Manuel Justo e André Simão – contaram ainda, em todo o processo, com a colaboração de Sérgio Freitas (teclas) e Jorge “Cientista” Carvalho (percussão).

Aurora” tem lançamento agendado para 15 de Março, é uma edição de autor e teve o apoio à edição fonográfica da Fundação GDA. Os primeiros concertos de apresentação acontecem a 16 de Março no Cine-Teatro Garrett (Póvoa de Varzim), a 3 de Abril na Culturgest (Lisboa) e a 27 do mesmo mês no gnration (Braga).

+info Sensible Soccers

Fotografia (capa) – Tiago Silva

Deixa um comentário