Festival NOS Alive 2018, importantes novidades a registar!

É já amanhã que começa a 12ª Edição do Festival NOS Alive, e ontem tivemos um pequeno-almoço muito especial no camarim de Alex Turner! É verdade, a Everything Is New fez-nos essa agradável surpresa e estava quase tudo a postos para o maior festival de música nacional e dos maiores da europa. Cento e trinta concertos e cento e vinte e três espetáculos em sete palcos. Espera-se em público cinquenta e cinco mil pessoas, e seis mil pessoas em permanência desde o início da montagem do recinto até ao final. É mesmo muita gente!

20180710 - Visita ao Recinto - NOS Alive'18 @ Passeio Marítimo de Algés

O cartaz há muito que foi revelado, e por esse mesmo motivo os passes de 3 dias não chegaram à Páscoa! Arctic Monkeys, Nine Inch Nails, Queen of The Stone Age, The National, Jack White, Future Islands, são alguns dos nomes que compõem o imbatível cartaz do Festival NOS Alive 2018. Mas as novidades desta manhã não foram focadas no cartaz já confirmado, mas sim no recinto e nas estruturas de apoio que o NOS Alive nos irá oferecer.

O pequeno-almoço/visita foi acompanhado por Álvaro Covões, Rita Barradas e Joana Brandão da promotora Everything Is New e, por Rita Torres Baptista, directora de Marca e Comunicação da NOS. Algumas novidades no recinto que contribuirão, certamente, para uma melhoria significativa na qualidade da estadia e o conforto das deslocações, para e do recinto. Depois de termos visitado o back stage do Palco NOS, dirigimo-nos a um novo espaço no recinto, o Espaço Giga. Localizado em frente ao Palco NOS, o Giga é um espaço onde irá permitir aos festivaleiros uma experiência sensorial tecnológica. Ou seja, os festivaleiros poderão ver os concertos deste palco em confortáveis almofadas, nos ecrãs que cobrem 360º o pavilhão. Quando não houver concertos, haverá um DJ para animar este espaço. Tal como disse Rita Torres Baptista, “é um espaço para viver a vida juntos.” O Canal 700 da NOS tem transmitido documentários e concertos de bandas que actuarão no Festival, como “Pearl Jam: Let´s play two” o documentário sobre os Pearl Jam ou o concerto de Franz Ferdinand, os mesmos irão ser transmitidos também neste espaço. O Canal 700 irá acompanhar em directo os melhores momentos do festival para quem não poder vir ao recinto, e durante a madrugada transmitirá as actuações do Palco NOS Clubbing.

20180710 - Visita ao Recinto - NOS Alive'18 @ Passeio Marítimo de Algés

Uma outra novidade este ano está no Palco Comédia. Literalmente no palco está uma magnífica instalação de Bordalo II. Apesar do (genial) artista não estar presente, por estar neste preciso momento a fazer um trabalho num campo de refugiados na cidade de Berlim, deixou um vídeo onde nos explicou a narrativa conceptual da intervenção. O plástico reciclado domina a instalação, transmitindo uma dualidade entre a Natureza e o caos. Objetos de plástico retirados dos oceanos, que cada vez mais “alimentam” toxicamente os animais e asfixiam as espécies vegetais. “Bordalo II casa muito bem com o Palco Comédia, é possível transformar o lixo numa gargalhada, diz Jel um dos comediantes residentes deste palco. A ele irão juntar-se a Simon Day, Pedro Teixeira da Mata, Guilherme Duarte, Cardoso com o Colóquio Bethipstersentre (“a tribo urbana que habita proficuamente o recinto, e que são uma fusão de “betos” e “hipsters”), entre outros. Actuações de “Kalashnikov” dia 13 e dos “Cebola Mol” dia 14.

20180710 - Visita ao Recinto - NOS Alive'18 @ Passeio Marítimo de Algés

Álvaro Covões relembrou que o Festival NOS Alive foi o primeiro festival de música a associar-se ao movimento “Desperdício Zero”. Fora de Portugal, apenas a cidade de Varsóvia está adoptar este conceito, inclusive a “Desperdício Zero” portuguesa deu-lhes formação. A responsabilidade social continua a ser um fator-chave para a promotora, orgulhando-se de atribuírem bolsas de investigação cientifica à Fundação Gulbenkian, nomeadamente nestas matérias de biodiversidade e na procura de tornar o planeta mais sustentável. Este ano destaca-se a parceria com a Agenda 2030 das Nações Unidas, que terá um stand localizado perto do Coreto.

Num festival de música desta dimensão, há duas matérias que são de extrema importância: a alimentação e a deslocação. Para os festivaleiros que não querem perder muito tempo com a comida, a McDonalds está de regresso e promete fazer 1.200 hambúrgueres por hora. Para os que têm uma maior preocupação alimentar, os stands de comida saudável também irão estar presentes, nomeadamente os de comida sem glúten. Por isso podemos contar com praças de alimentação junto a todos os palcos, tendo a praça central a capacidade para 2.000 lugares sentados. O outro assunto também importante é a deslocação e saídas e entradas do recinto. Este ano o Festival NOS Alive terá o apoio da Carris que disponibilizará 30 autocarros, saída da rotunda da CRIL até três locais diferentes da cidade: Marquês de Pombal, Estação do Oriente e Cais do Sodré. Esta é uma novidade importante a registar, pois para além dos comboios da CP para o Cais do Sodré há mais uma alternativa nos transportes públicos.

20180710 - Visita ao Recinto - NOS Alive'18 @ Passeio Marítimo de Algés

Uma última novidade, esta especifica para a malta da imprensa. A zona de imprensa aumentou e terá este ano uma varanda de tamanho considerável, virada para o palco NOS. Certamente que estas condições proporcionarão um maior conforto e visibilidade a quem estará a documentar os muitos e grandes concertos daquele que é o festival de música do “Melhor cartaz.Sempre!” Parece que temos todos os ingredientes para um excelente Festival!

Texto – Carla Sancho
Fotografia – Luis Sousa