O BB Blues Fest é um dos poucos festivais que em portugal divulga o melhor que acontece num determinado estilo de música, neste caso o Blues, está na sua 5ªedição, é obra de uma “carolice” de dois amigos, Rui Guerreiro e Dúlio Canário e restante equipa, e tem o louvável apoio da autarquia da Baixa da Banheira e Moita, facto que nem sempre é possível por parte do chamado poder local.

Acontece desde 5ªfeira 24 de Junho no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo na Baixa da Banheira, e decorre até amanhã, Domingo 27 de Junho. O programa é vasto, sempre em redor do excelente blues que a organização traz até ao seu público, composto por concertos em café concerto, no palco do fórum, ou em ambiente mais relaxado, no jardim em formato picnic (+info em http://www.bbbluesfest.com.pt/pt/programa ).

O Música em DX, que voltou em 2016 depois da sua estreia em 2015 (+info em https://www.musicaemdx.pt/2015/06/27/slam-bb-bluesfest-2015/), esteve presente no segundo dia festival que, ao contrário do que seria de desejar começou com um ligeiro contratempo rapidamente resolvido pela organização. O músico britânico Laurence Jones não pôde comparecer devido a motivos alheios ao BB Blues Fest e ao próprio músico também conforme foi explicado no facebook do evento, mas foi brilhantemente substituído pela banda Messias And The Hot Tones.

Esta banda liderada pelo vocalista e guitarrista Messias, proporcionou durante cerca de duas horas um grande concerto que foi considerado por todos muito mais do que um aquecimento para o concerto seguinte, porventura o mais aguardado da noite.

20160624 - Festival - BB Blues Fest (2ºdia) @ Fórum Cultural José Manuel Figueiredo - Baixa da Banheira

Apresentou em palco três convidados especiais, Budda Guedes (Budda Power Blues), David Almendra, e Vitor Bacalhau, músicos de excepção que deram o melhor dos contributos para este primeiro concerto da noite.

 

Era então hora de entrar em palco Judy Blue Eyes, que com Messias And The Hot Tones é considerada uma das melhores bandas portuguesas do género. Trazia na manga o trunfo da noite, Rui Veloso, reconhecido por todos o pai do rock português e embaixador do Blues por terras lusas.

 

Esta banda do Porto, liderada por António na voz e guitarra, e composto por Manuze Carvalho, Paulo Veloso e Leandro Leonet, completaram esta segunda noite BB Blues Fest, uma noite muito especial.

Num auditório lotado, a comprovar que nem só de grandes festivais patrocinados por marcas conhecidas vive o nosso país. Ainda há quem assista a 4 horas seguidas de música sem puxar pelo telemóvel para ir às redes sociais ou tirar selfies, falar com o amigo do lado em sinal de desrespeito pelos músicos, ou nesta sequência, quem de facto vai ver música pela música.

Hoje espera-nos o terceiro dia de BB Blues Fest, que promete muito, com as presenças dos portugueses Swing Station, do norte americano Doug Macleod, e dos espanhois Travelling Brothers. Quem ficar em casa vai perder.

Fotografia e Texto – Luis Sousa
Evento – BB Blues Fest 2016