O aclamado músico, compositor e produtor Nitin Sawhney prepara o seu regresso a Portugal para presentar Indentity, um novo trabalho que tem recebido ampla atenção da imprensa britânica de referência.

“Somos todos humanos. Todos somos importantes… e, desde que não esteja a prejudicar ninguém, a única opinião que conta para definir quem você é é a sua. Identity, o álbum, é uma carta de amor para quem todos nós somos”. Nitin Sawhney.

Illegal, um dos singles de apresentação de Identity, conta com a voz do notório ex-jogador de futebol Gary Lineker que recentemente se viu envolvido numa grande polémica após ter sido dispensado do seu posto de comentador da BBC por expressar, nas suas redes sociais, solidariedade com refugiados e imigrantes. A decisão da BBC abriu uma enorme crise quando outros apresentadores apresentaram demissão em sinal de solidariedade. Sawhney, que admira as posições de Lineker, não teve dúvidas e convidou o ex-futebolista e estrela de TV a participar no single que, curiosamente, mereceu destaque na programação de rádio da BBC.

O novo álbum de Nitin, Identity, sucede a Immigrants, de 2021, um registo que mereceu aclamação da crítica e que recebeu grande apoio na imprensa. “Um olhar sedutor e persuasivo sobre as vidas e as lutas humanas que aqueles que estão no poder preferem que você ignore e despreze. Ligue-se”, escreveu a conceituada The Wire. Já Nitin Sawhney, a propósito deste seu novo trabalho, afirma:

“O mundo está cheio de opiniões de pessoas que tentam dizer-nos quem somos. As pessoas tornam-se tão vociferantes ao imporem os seus juízos e definições dos outros que muitas vezes se esquecem da nossa humanidade comum. Somos todos humanos. Todos somos importantes… e, desde que não esteja a prejudicar ninguém, a única opinião que conta para definir quem você é é a sua. Identity, o álbum, é uma carta de amor para quem todos nós somos”.

Desde o lançamento de Beyond Skin, nomeado para o Prémio Mercury em 1999, Nitin tem navegado com sucesso numa carreira artística que se expressa em muitos géneros, da electrónica e do hip hop ao jazz ou à neo-clássica. Esse seminal álbum mereceu aliás celebração de aniversário de duas décadas que passou igualmente, com grande sucesso, pelo nosso país. Entre as várias distinções com que foi agraciado, Nitin conta seis doutoramentos honorários, o Ivor Novello Lifetime Achievement Award de 2017 e uma condecoração da coroa britânica. Como compositor, Nitin é membro da BAFTA e da Academia e é o Presidente do Conselho de Administração da PRS Foundation, a principal instituição de caridade do Reino Unido que financia a nova música e o desenvolvimento de talentos.

Mais informação em https://www.uguru.net/

Deixa um comentário