De olhos postos na Grécia antiga, Demosthenes é sinónimo de força, perseverança e inteligência.  Aqui, rodeado de uma ambiência misteriosa, deixa-nos a pairar sobre uma atmosfera densa de camadas de eletrónica negra com travo a descoberta. “Demosthenes” é o mais recente vídeo desta história que é “Le Noir”.

À medida que a vida segue e a sociedade vai evoluindo sente-se um negrume que caminha ao seu redor. Não se sabe de onde vem ou por onde se vai alimentando, mas a verdade é que, por vezes, sentimos que as ovelhas negras de outrora, poderão ser a luz dos dias de hoje, uma vez que poderão manter a humanidade que se tem vindo a perder ao longo das décadas e gerações.

Há, no entanto, uma fonte de esperança e nem tudo é corrompido ou se deixa corromper. A música é uma excelente forma de cultivo e de transmissão das coisas boas que ainda nos sobram.

Low Mak abre o seu coração e alma na sua música e, esperançosamente, anseia inspirar as pessoas a poder revelar as suas também.

A sua música é emocional, densa, coberta de alguma raiva e com um labirinto de melodias oníricas que têm como inspiração Rezz, Deftones, Gesaffelstein e Mick Gordon.

Le Noir, o seu primeiro LP,  aborda o lado negro da sociedade assim como o do ser humano. Não deixando de lado alguma luz e esperança que podemos encontrar em faixas como “Yakusoku”. A intenção deste disco foi sempre mostrar o lado honesto do artista e ter um caminho definido em termos de sonoridade, sem barreiras musicais ou artísticas.

Instrumentalmente encontramos uma viagem sonora que varia entre o midtempo, cyberpunk e bass music, conseguindo encontrar alguns pontos comuns com Nine Inch Nails.

Não existiam planos para Le Noir ser um disco, mas sim um compêndio de singles, até Rick Chain (Besta, Sinistro) dar o mote de juntar tudo num álbum. Vem assim ao mundo este disco composto por 11 faixas cobertas de uma electrónica negra e muita densidade sonora.

Le Noir foi misturado e masterizado por João Carvalho (DJ Deepblue) e produzido pelo próprio Luís Barradas. Saiu no passado dia 13 de Setembro com o selo da Raging Planet e tem agora um novo single com vídeo da música “Demosthenes”.

Deixa um comentário