Depois do lançamento do primeiro álbum, os Too Many Suns não perdem tempo e abrem 2022 com um novo EP. “Quiet” foi gravado nos estúdios da DuckTape Melodies, em Lisboa, e conta com a produção, mistura e masterização de André Isidro. O novo trabalho dos Too Many Suns leva-nos por novas sonoridades e divaga sobre viagens internas, conduzidas pela quietude que os últimos tempos nos proporcionaram, não se cingindo de todo ao que cada uma delas representa.

Com estreia agendada para o dia 25 de Março, o EP é composto por 4 canções construídas em tempos de contemplação, tanto do passado, como da possibilidade de futuro, em que cada música é feita de uma palavra apenas. Depois do single homónimo com uma natureza tão calma e de mudança, “Books” conta uma história de esperança, no meio de uma aparente escuridão. “‘‘Books’ fala sobre uma velha casa, que por muito velha e abandonada, vai mantendo a luz e alegria de tempos antigos. Os livros, nas gavetas, guardam as suas histórias, para quem se atrever a abri-los: uma metáfora do ‘passar-do-tempo’, e que impacto ele tem nas nossas vidas, dependendo de como para ele olhamos. Explorámos um território sonoro diferente de outras canções, e para isso tivemos a preciosa ajuda de Castilho nas teclas“, explica Hugo Hugon. A produção do “lyric video” que acompanha o single ficou a cargo do vocalista da banda.

Foi em Lisboa no início de 2018, pela mão de dois amigos, Hugo Hugon na guitarra e voz e João Cardoso na bateria, que nasceu a banda Too Many Suns. A semente foi lançada num estúdio no Intendente e em poucas semanas criaram as cinco canções que formaram o seu primeiro EP “Garden”, produzido em parceria com Gonçalo Formiga. Com a entrada de um novo elemento para o baixo, Vasco Rato integrou o processo contínuo em estúdio de mais de um ano de composição. Este trabalho minucioso, fruto do amadurecimento da banda, resultou na gravação do álbum de estreia “Meaning of Light”, editado em 2020, e gravado e produzido por Miguel Vilhena nos estúdios da Pontiaq Records.

“Quiet” fica disponível para escuta nas plataformas digitais habituais a partir de 25 de Março, em simultâneo com o videoclipe de “Books”. O EP poderá ainda ser escutado ao vivo nas seguintes datas: no dia 25 de Março no Ciclo Holograma, no Teatro do Sandim, em Vila N. Gaia; a 6 de Abril no Salón Fuzz, no Lounge em Lisboa; e a 9 de Abril no Útero, nos Anjos em Lisboa.

Mais informação em facebook.com/toomanysunsets

Fotografia (capa) – Beatriz Pequeno

Deixa um comentário