Depois de dois anos de ausência, o BONS SONS está de volta, de 12 a 15 de agosto, em Cem Soldos, uma aldeia em manifesto. É altura de habitar a rua. Nesta 11.ª edição, as ruas, as praças, os largos e as esquinas ganham uma nova vida e continua uma jornada de pensamento e ação sobre os dez pontos do Manifesto BONS SONS, que se materializou em 2019.

11 edições, 15 anos, 1 aldeia em manifesto e mais de 50 atuações musicais, entre concertos, live acts e DJ sets. Há vários concertos nas ruas de Cem Soldos. E do palco para as ruas vão também as bandas programadas pela MPAGDP (Música Portuguesa A Gostar Dela Própria), ganhando uma dimensão mais autêntica e mais próxima das pessoas.

Em 2022, a música habita as ruas e o chão de Cem Soldos e acontece uma maior aproximação entre artistas e público, entre quem dá e quem recebe, entre quem atua e quem assiste. São momentos singulares, de generosidade e partilha, que dependem de todos e que podem juntar artistas e público no mesmo espaço, sem a obrigatoriedade de palco físico.

Ganham corpo as arruadas e projetos que usam o espaço público e o casario da aldeia como cenário para concertos.

Também o Palco Amália, que se localizava à frente da igreja de S. Sebastião, deixa de existir e o seu nome é dado a um novo espaço para exposições – Casa Sem Teto Amália.

No âmbito da parceria de programação entre o BONS SONS e o Festival Materiais Diversos são apresentados dois espetáculos de artes performativas e, em parceria com o Curtas em Flagrante, é apresentada uma seleção de curtas-metragens. Foi ainda estabelecida uma nova parceria entre o BONS SONS e o Gerador, responsável pela organização de alguns debates e conversas durante o festival. Todas as atividades paralelas serão anunciadas em breve.

Pela contemporaneidade no campo, por uma plataforma cultural, pelo planeamento do território, pela cidadania participativa, pelo envelhecimento ativo, pelo ensino em comunidade, por projetos de território, por uma ação sustentável, pela criação de espaço público e pela cultura popular.

BILHETES À VENDA NOS LOCAIS HABITUAIS
PASSE 4 DIAS
45€ até MARÇO
52€ ABRIL—JULHO
60€ AGOSTO

BILHETE DIÁRIO
25€ ABRIL–AGOSTO

Mais informação em https://www.bonssons.pt/

Deixa um comentário