A 18ª edição do IndieLisboa já bate à porta. E como tal, nada melhor do que nos preparamos para dezassete alucinantes dias de festival com uma noite de plenitude e diversão na Casa do Capitão já no próximo dia 13 de Agosto, Sexta-Feira, sob o signo da programação da secção IndieMusic deste ano – onde o cinema e a música se encontram – com início às 18h30 no Hub Criativo do Beato (HCB), em Lisboa.

Vamos aquecer para mais um início de festival e muitas horas de filmes na sala de cinema e ao ar livre, conversas, debates, oficinas, happy hours e muito mais, começando com um concerto dos barcelenses Solar Corona Elektrische Maschine, um colectivo multiforme de música rock que neste formato substituem a bateria e a guitarra e amplificadores por instrumentos electrónicos que usam enquanto ferramentas-chave da mesma música rock que os caracteriza. São estas novas percussões e métodos de amplificação e processamento das mesmas que vão ocupar o Terraço da Casa do Capitão às 18h30. Presentes estão eles no Caudal, filme de Luís Sobreiro, um documentário que regista o regresso da banda ao palco depois de um ano de paragem e confinamento pandémico, naquele que é um “irrepetível concerto”, nas palavras da programadora Helena César. Uma estreia mundial em competição na secção IndieMusic deste ano.

Enquanto isto, na Fábrica do Pão (acesso feito através da entrada da Casa do Capitão na Rua do Grilo, 119), às 19h30, inicia-se uma segunda fase deste aquecimento com um concerto da banda de Leiria, First Breath After Coma. Uma das bandas mais representadas no panorama da música indie portuguesa, serviu de base para o filme We Were Floating High, de Tiago Gomes, também uma estreia mundial em competição na secção IndieMusic, e no qual se vêem seguidos por uma equipa de filmagens naquele que foi um ano de 2019 muito agitado com concertos e colaborações.

Com o nascer da noite, e entre as 20h30 e as 23h no terraço da Casa Capitão, haverá um DJ set dos quatro programadores da secção IndieMusic – Carlos Ramos, Filipa Henriques, Helena César e Mário Lopes – que convidam também Cláudia Guerreiro, baixista da banda Linda Martini que integra o júri do IndieMusic este ano. Em conjunto, espelharão a programação do festival num DJ set que incendiará a celebração de uma das secções mais entusiasmantes do festival. A partir das 23h, a festa continuará no terraço com a playlist do IndieMusic, uma amostra das várias bandas e artistas presentes nos filmes nacionais e internacionais que o IndieMusic tem a oferecer este ano, sob a luz de um luar que servirá como barómetro para mais uma edição resistente a caminho das salas de cinema lisboetas.

Os bilhetes para a festa que antecipa o arranque da 18ª edição do IndieLisboa podem ser adquiridos no site da Casa Capitãohttps://casa-capitao.com -, por 6 euros para o concerto dos Solar Corona Elektrische Maschine, 8 euros para o concerto dos First Breath After Coma e 3 euros para o DJ Set dos programadores do IndieMusic. Os bilhetes deste último estão disponíveis mediante reserva prévia através do contacto reservas@casa-capitao.com.

O IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema decorre entre os dias 21 de Agosto a 6 de Setembro no Cinema São Jorge, Culturgest, Cinema Ideal, Cinemateca Portuguesa e Jardim Biblioteca Palácio Galveias.

Toda a programação poderá ser consultada em www.indielisboa.com.

Deixa um comentário