XXV Festival de Música Moderna de Corroios’ 2021
Celebrar 25 Anos de Apoio à Nova Música Portuguesa

Está reagendada a XXV edição do Festival de Música Moderna de Corroios a realizar nos dias 3, 4, 10 e 11 de Julho.

Desde o ano de 1996 que se realiza o Festival de Música Moderna de Corroios cujo objetivo é o estímulo, promoção e divulgação de novos projetos musicais a nível nacional.
Desde o seu início, o evento ganhou crescente importância, sendo hoje classificado por muitos profissionais do meio musical e por quem nele tem participado, como um dos melhores e mais importantes festivais de música moderna portuguesa, do seu género, que se realizam no nosso país.
Daqui, com a maioria com as suas primeiras canções produzidas e editadas em CD-Ep, brotaram nomes como os «Luazzuri»/1996; «Sirius»/1996 ( UHF – alguns elementos fazem ainda hoje parte da formação que acompanha António Manuel Ribeiro); «Yellow W Van»/2000 ; «Factos Reais»/2001; «Ashfield»/2002 ; «Plasma»/2003; «The Poppers»/2004; «UMEED» e «Sugar»/ 2005; «New Connection»/2006; «The Cynicals»/2007; «The Profilers»/2008; «Fato Feto»/2009; «The Hypers»/2010; «Skills and the Bunny Crew»/2011; «Planeta Vaca»/ 2012; «Homem de Marte /2013»; «Vira Casaca» /2014, «Paradigma»/2015; «Them Flying Monkeys» /2016; «Rua Direita» / 2017; « Naked Monkeyss»/ 2018 e «O Incrivel Homem Bomba» /2019, entre muitos outros como: «Easyway», «Triplet», «You Should Go Ahead», «Dapunksportif», «Skalibans» ou «Meu e Teu», caso único a nível nacional.
O XXV Festival de Música Moderna – Corroios’2021, decorrerá no Cineteatro do Ginásio Clube de Corroios.

Em cada sessão, não eliminatória, atuarão três projetos, para apurar os três finalistas que realizarão a final no dia 24 de Julho de 2021.

O projeto vencedor terá direito a:
– Atuação nas Festas da Vila de Corroios 2020,no Palco Carlos Paredes.
– Atribuição de um prémio monetário/cachet de 1000,00€ (mil euros)
– Gravação profissional de som e vídeo, do espetáculo a realizar nas Festas da Vila de Corroios, que será disponibilizado para edição.

Deixa um comentário