Levada a cabo pela parceria entre o festival Tremor e o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, a UniTremor organizará um ciclo de quatro semanas de formação que visa a capacitação de novos agentes culturais locais, dando continuidade ao trabalho que ambas as entidades têm desenvolvido na abertura de novas oportunidades de empoderamento para o território. A ter lugar ao longo do mês de Maio, em formato misto: online e presencial, o ciclo parte de uma estrutura modular, tendo como principal eixo formativo a partilha de know-how e ferramentas que possam despoletar a implementação de novos projetos artístico-culturais na comunidade local. quatro módulos compostos por quatro sessões abordarão as áreas da Criação, Comunicação, Programação e Produção. A equipa de formadores para esta primeira edição é composta pelo músico David Bruno, pelo programador, curador e músico Luís Fernandes, o produtor e técnico de som Eduardo Maltez e os profissionais de comunicação Sara Cunha e André Forte.

No total serão disponibilizadas 15 vagas por módulo, sendo possível a inscrição em todo o curso pelo valor de 15 euros, ou em módulos específicos, ao preço de 5 euros cada. As inscrições podem ser feitas através do email: info@tremor-pdl.com. Os cursos funcionarão em horário pós-laboral: 18h30 às 21h30 nos dias de semana e 10h00 às 17h30 no sábado.

A ter lugar entre os dias 7 e 11 de setembro, a edição 2021 do Tremor anunciará novidades de programa no próximo mês de maio. Formação validada pela DGERT em parceria com a Arda Academy.

UNITREMOR: CONTEÚDO FORMATIVO

Módulo Criação por David Bruno 
Entre 5 e 9 de maio de Maio (15 horas)
Serão abordados exemplos práticos e ferramentas para criação de conceitos e narrativas, metodologias de organização de ideias e projetos, tal como a tradução de conceitos para diferentes aplicações artistas e actividades. Aquisição de ferramentas para uma melhor articulação entre as ideias e a prática, metodologias de desbloqueio criativo, e compreensão da importância do conceito e narrativa na actividade artística, são os objectivos de conhecimentos a adquirir pelos formandos no final da formação.

Módulo Comunicação por Sara Cunha e André Forte
Entre 12 e 16 de maio de Maio (15 horas)
Serão abordados exemplos práticos e ferramentas para criação de planos de comunicação para artistas e eventos. Criação de objetivos, construção de equipas, relação com parceiros e definição de estratégias serão os objectivos de conhecimentos a adquirir pelos formandos no final da formação. O curso integrará ainda uma aula prática de gestão de anúncios e campanhas de investimento em redes sociais.

Módulo Programação por Luís Fernandes 
Entre 21 e 25 de maio (15 horas)
Serão abordados exemplos práticos e ferramentas para criação de programas, ciclos, festivais e eventos. Diferenças entre programação continua de espaços e programação sazonal de eventos, criação de narrativas e conceitos, definições e execução de programas, são os objectivos de conhecimentos a adquirir pelos formandos no final da formação.

Módulo Produção por Eduardo Maltez
Entre 26 e 30 de Maio (15 horas)
Serão abordados exemplos práticos e ferramentas para criação de planos de produção e orçamentação para artistas e eventos. Criação de objetivos, construção de equipas, relação com parceiros e definição de estratégias serão os objectivos de conhecimentos a adquirir pelos formandos no final da formação.

Deixa um comentário