Luís Raimundo, conhecido na cena musical por “RAY”, fez do rock n’ roll banda sonora para a vida. Fez-se notar, ora de forma mais musculada, visceral e crua nos The Poppers, ora de forma mais introspectiva e densa em Keep Razors Sharp. No seu novo projecto homónimo – ‘RAY’ – rodeia-se agora de pessoas escolhidas por si para o acompanharem nesta nova viagem sem destino determinado, que contou com a produção de Paulo Furtado (The Legendary Tigerman). Um álbum gravado na Riviera Francesa que dá continuidade a esta parceria violentamente produtiva entre os dois artistas.
City Cowboys” reivindica para si o estatuto de primeiro single de RAY. É um encaixe perfeito. O documento em video (que podem ver em baixo, clicando na imagem), idealizado por Ivo Purvis e realizado por Bruno Ferreira, de uma performance de música vs. arte a decorrer em simultâneo, faz deste tema a metáfora perfeita, uma dança espontânea e uma coreografia anárquica. Artistas – Pedro BatistaCarol From LisbonAlmirante Reis – a fazerem uma intervenção num corpo em movimento que se cobre com uma máscara dramatizando os muros e as paredes que nos escondem. Páginas negras, tábuas rasas em constante mutação e criação. Os ‘City Cowboys’ representam tudo aquilo e todos aqueles que nos marcam de forma mais ou menos efémera, mais ou menos profunda.

Fotografia capa – Kid Richards

Deixa um comentário