O teatromosca, companhia fundada em Sintra em 1999, tem-se afirmado como um dos mais dinâmicos coletivos teatrais nacionais, traduzindo-se este percurso na internacionalização da companhia por via de várias apresentações no estrangeiro, parcerias com outras companhias/instituições e uma circulação intensiva dos seus projetos a nível nacional. A par do trabalho de criação e produção de espetáculos, desde janeiro de 2018, a companhia passou a gerir e programar o AMAS – Auditório Municipal António Silva, na cidade de Agualva-Cacém, apostando num conjunto de propostas multidisciplinares enquadradas no ciclo a que se chamou “Atingir a Maioridade” que orientará a programação deste espaço e da companhia ao longo do biénio 2018-2019, por ocasião dos 18 anos do teatromosca.

No âmbito da programação do AMAS – Auditório Municipal António Silva, o teatromosca dirigiu um convite à Maternidade, uma associação cultural lisboeta de agenciamento artístico, para que trouxesse a Agualva-Cacém alguns artistas ligados a este projeto musical. Assim, no dia 15 de março, às 16h, terá lugar em Lisboa, na Estação de Comboios do Rossio, um primeiro concerto de Catarina Branco e, às 21h, no AMAS – Auditório Municipal António Silva, atuarão Filipe Sambado Bejaflor. Os concertos de Vaiapraia Aurora Pinho decorrerão no dia 16, às 21h, no mesmo local, após um debate dedicado à música, tendo como mote a discussão de conceitos como “não-normativo” ou “disruptivo”, a partir de exemplos de artistas como aqueles que podemos encontrar associados à Materinidade ou Cafetra e outros artistas como Conan Osíris, G Fema etc.

Para este debate, que se iniciará às 16h, temos já confirmados, no painel de oradores, nomes como o jornalista Rui Miguel Abreu, artistas como Scúru Fitchádu e Rodrigo Castaño e a jornalista da Música em DX, produtora e manager de bandas Eliana Berto. Este ciclo, que inclui 5 concertos e um debate, tem apenas o custo de 10€ e os subscritores do Cartão das Artes do Espetáculo de Sintra – CAES – poderão adquirir dois bilhetes pelo preço de um normal.

+info em facebook.com/teatromosca/ | facebook.com/events/256300938601862/


Deixa um comentário