Frank Turner, em estreia em Portugal, com carimbo de ouro. O Musicbox, na passada sexta-feira, 8 de Março, esgotou para assistir a uma atuação acústica do músico inglês. Uma noite de novidades, intensa e com muita música partilhada com o público, que fez com que esta passagem seja para repetir.

A noite começou bem cedo, às 21:30, já com uma audiência bem composta (e maioritariamente estrangeira, o que foi uma novidade). Ao som de Dan Allen e Nelson Reis, o aquecimento para Frank Turner foi feito com sons de esperança e elogios à vida. We Bless This Mess e Ducking Punches são os nomes dos projectos apresentados por esta parceria luso-britânica, que seguiram também um registo mais acústico.

Destaque para a emotividade de Nelson, por mostrar que todos os sonhos são possíveis de alcançar, como por exemplo, trazer Frank Turner a Portugal, uma ideia que demorou quase dois anos a se tornar realidade.

Falar de Frank Turner é falar de um artista com mais de 2000 concertos feitos. É falar de ter já vendido mais de 1 milhão de discos. É falar de 14 anos de carreira, tornando-o um dos artistas mais consagrados do Reino Unido. Factores mais do que suficientes para justificar um simples facto de esgotar em Lisboa e também todos os presentes saberem as suas letras.

É isso com o Don’t Worry, Recovery e Long live the Queen. São as três primeiras músicas que dão o mote para o início de uma noite que se estende ao longo de 22 músicas. Com direito a uma eulogia em português, com referência até ao António Variações e ao facto da língua portuguesa ser difícil.

20190308 - Concerto - Frank Turner @ Musicbox Lisboa

Risos, animação e comunhão. São palavras de ordem num concerto a que ninguém fica indiferente. A temperatura começa a subir nitidamente no recinto da Rua Cor de Rosa. O que tiramos nota desde concerto é que o Be More Kind, lançado ao ano passado, é um pretexto para revistarmos highlights da carreira do Frank Turner, com temas também dos discos England Keep My Bones ou Tape Deck Heart.

Mas não é só do passado que vive Frank Turner. Com a promessa de disco já em Agosto do próximo ano, houve o vislumbre do I Believed You William Blake, tema que foi tocado pela primeira vez ao vivo e com a promessa de não ter leak na internet. Ficou o registo mental e nota para estar atento ao trabalho no próximo verão.

Assistimos a um raro concerto em Lisboa. Com um público maioritariamente estrangeiro, dando por vezes a ideia de estar num pub inglês com música ao vivo, para assistir a uma estreia de um artista já consagrado, deixando numa noite apenas o seu forte impacto em Lisboa. Há histórias que começam com o pé direito e com a voz afinada. Esta foi uma dessas noites.

20190308 - Concerto - Frank Turner @ Musicbox Lisboa

Deixa um comentário