Depois do videoclipPerdido”, onde canta sobre a condição de recém-abandonado pelo amor, comendo colesterol o dia inteiro em frente à televisão, Suave está de volta com um novo single: “Coração de Amante”. Esta canção fala-nos sobre o amor às escondidas, sobre uma relação não assumida e é a música que abre o disco “Português Suave” lançado em Abril.

O videoclip foi realizado, uma vez mais, pela Big Bad Bigos (João Campaniço e Ivânia Rute) e pode ser visto como uma prequela do vídeo anterior.

No dia 26 de Maio Nick Suave deu um concerto no Barreiro, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, que teve como convidados dois grandes amigos: Fast Eddie Nelson, comparsa de há mais de 25 anos, grande músico barreirense e Alex D’Alva Teixeira, agitador da cena musical portuguesa, ambos extremamente talentosos. Foi o primeiro concerto de Suave na sua terra-mãe, logo não podia estar mais ansioso para que chegasse o dia em que, finalmente,  mostrou o seu trabalho aos amigos mais próximos, família.

Para além do Barreiro, Suave tem já passagem confirmada em Coimbra no dia 28 de Julho, na Tabacaria do Teatrão.

Nick Suave começa a editar discos pela sua editora Hey, Pachuco! Recs a partir de 2000, toca guitarra, baixo e bateria em dezenas de bandas (Nicotine’s Orchestra, The Act-Ups, Los Santeros, Bro-X, The Jack Shits, entre muitas outras), é director de um dos mais antigos e carismáticos festivais portugueses, o Barreiro Rocks, tem o seu Estúdio King

Dizer que Nick Suave é um homem em constante movimento é um eufemismo: o disco “Português Suave” é o 57.º disco da carreira de Nick e o início de uma nova fase na sua carreira: a escrita e interpretação em português, apontada aos corações.

Nick canta variações sobre o tema do amor alicerçadas numa música onde se conseguem ouvir claramente as suas maiores influências: Motown e o rock and roll mais antigo mas sem qualquer pretensão ao revivalismo. Música intemporal, com os pés assentes confortavelmente em 2018.

O disco foi composto por Nick com a colaboração de Ricardo Guerreiro em algumas letras e gravado por Ricardo Riquier nos estúdios já em 2017. A banda é composta por Nick Suave na voz, teclas e guitarra, Fred Ferreira na bateria (Orelha Negra, Buraka Som Sistema), Cláudio Fernandes no baixo (Pista, Nada-Nada), Ernesto Vitali na guitarra (Nicotine’s Orchestra, Pista).

Com o coração na soul e as ancas no rock and roll: eis Suave.

+info Suave

Fotografia (capa) – Vera Marmelo