O mês de outubro já começou mas nunca será tarde para referir alguns dos maiores destaques no Sabotage Rock Club.

13 OUT/ SPINDRIFT/ DJ PEDRO CHAU/ 22H30M/ 8€ (PRÉ-VENDA) OU 10€ (NO DIA)

Os Spindrift são uma banda psicadélica e de rock de Los Angeles com mais de duas décadas criada pelo guitarrista-cantautor que transformou em actor-compositor-produtor Kirpatrick Thomas.

O seu som mais maduro pode soar a uma mini orquestra de Ennio Morricone mas com as influências dos The Doors, Surf Rock, Exotica, Shoegaze e Punk, podem soar a algo completamente diferente.

Em 2001 três quartos da banda mudou-se e Thomas começou a colaborar com membros dos The Brian Jonestown Massacre o que fez com que os Spindrift lançassem um álbum conceptual duma banda sonora fictícia que deu origem à banda sonora do filme “The Legend of God’s Gun realizado por Mike Bruce. O filme captou a atenção de Quentin Tarantino que usou a música “Indian Run” no seu filme “Hell Ride”.

O disco seguinte “The Westy” foi editado na editora Beat The World dos The Dandy Warhol o que permitiu uma tour conjunta com The Black Angels e Dead Madow.

Mais tarde, com o disco “Classic Soundtracks Volume 1” fizeram uma tour europeia com Black Rebel Motorcycle Club e viram as suas músicas serem utilizadas nas séries “East Bound and Down”, “Californication” e nos filmes “Dust Up” e “Treasure of the Black Jaguar”.

O álbum “Ghost of the West” levou a uma tour que foi documentada no filme “Spindrift: Ghost of the West”.

+info em facebook.com/events/118261945493756/

28 OUT/ THE COURETTES + THE VROOMS/ DJ JOHNNY CHASE + NUNO RABINO/ 22H30M/ 6€

Vem aí a sensação do garage rock europeu, o duo dano-brasileiro The Courettes!!! Guitarra, bateria e muito fuzz! Preparem os ouvidos para um experiência selvagem! No activo desde 2015, após Flavia Couri mudar-se para a Dinamarca, o duo dano-brasileiro The Courettes tem construindo uma sólida carreira na cena garage europeia. Com mais de 100 concertos por Dinamarca, Alemanha, Inglaterra, Escócia, França, Espanha, Holanda, Áustria, Finlândia, Suécia e Brasil – incluindo festivais importantes como o Eurosonic, SPOT e Reeperbahn Festival – The Courettes receberam elogios de dois dos maiores críticos musicais do mundo: David Fricke (da Rolling Stone) e Kieron Tyler (da MOJO). “Here Are The Courettes”, álbum de estreia foi aclamado pelo público e imprensa especializada e, após o lançamento de dois singles – “Boom! Dynamite!” (gravado no lendário Toe Rag Studios com produção de Liam Watson) e “Hoodoo Hop” (um split com os heróis do rock dinamarquês Powersolo) – e um álbum ao vivo “aLive from Tambourine Studios”, a banda já finalizou seu novo álbum “We Are The Courettes” que será lançado em 2018 e conta com participação especial de Zé do Caixão e nota introdutória por David Fricke.

+info em facebook.com/events/179159439309920/

31 OUT/ VÍTOR RUA & THE METAPHYSICAL ANGELS/ DJ A BOY NAMED SUE + NUNO RABINO/ 22H30M/ 6€

A nave “Do Androids Dream Of Electric Guitars?” beijou languidamente a superfície do planeta.

O oiro do rio cravejava em mil estrelas o firmamento da ramagem; raios de vento solar agitavam os anéis refulgentes da água, argênteos cometas sopravam no veludo das folhas.

Cada cintilação era relativa a um som específico no radar mental. Muito longe, a neblina de Betelgeuse, quase silenciosa; além, Aldebaran, mais próxima e intensa, chispando clusters; com um ruído fantástico, a fosforescente Alfa Centauri; deleitou-se com a energia sónica radioforme do frutedo de Cassiopeia; mini-relâmpagos alumiavam o líquido Orion num som estrídulo percussivo e contínuo.

Ouvia-se o chocalhar do rio na sua curva de Via Láctea, rasgando a vegetação atonal; a nebulosa magalhânica das copas; o estampido duma super nova ofuscante; seguiu-se um vazio silêncio que cegava… depois… misticamente… glissando e, súbita agitação das folhas audiovisuais prenhes de seiva. Ouviu-se uma gama entre sons infra e ultra, raios resplandecentes Pink Floyd. Impulsos sonoros informacionais variáveis , cordas sibilantes. Na perspectiva textural, uma corola, Tau Ceti, roçava em elipses as pétalas de Andrómeda; pressentiu-se o explodir microacústico dum planetóide alojado numa semente; a queda asa delta amarela dum meteoro vindo do topo da árvore dissonante que ao poisar no solo levantou poeira sideral. O concreto e o imaginário; mais longe até a vista ficar louca de som imenso: o Sol, que naquela manhã embebedava de radiações audioextravagantes… e nos confins da Galáxia, entre os sons da Natureza – uma melodia arcaica de uma guitarra Ramirez a esvair-se. “Música!”- o Humano não estava só no Universo…

+info em facebook.com/events/118847718785794/

Programa completo em https://www.musicaemdx.pt/events/outubro-2017-sabotage-rock-club/ .

PRÓXIMOS CONCERTOS SABOTAGE EM DESTAQUE

2 NOV/ Band of Holy Joy
3 NOV/ The Telescopes
4 NOV/ The Underground Youth
16 NOV/ The Picturebooks

+info em facebook.com/SabotageRockClub/