Apesar de muita chuva e frio, a passada 6ªfeira seria sempre um dia muito especial para os incondicionais fãs de Tara Perdida. Afinal, os seus “ídolos” iriam dar um dos concertos da baptizada “Club Tour 2016” em Lisboa, e numa das salas mais carismáticas da capital, o RCA Club.

Na tentativa de se abrigar da intempérie que caia sobre a cidade, o nosso fotógrafo procura um local onde se aquecer na hora que antecedia a abertura de portas da sala lisboeta. Minutos após se ter sentado num dos inúmeros cafés que ficam perto do seu destino, é ao acaso abordado para “lume num cigarro”, e isto alteraria o percurso de toda a nossa reportagem fotográfica desta noite. O seu interlocutor era um dos elementos que pertencia ao staff da banda. Seria uma noite especial para os fãs, mas a partir deste momento, para o nosso repórter também. Fica o testemunho fotográfico do concerto de uma banda que, apesar de pertencer a uma facção alternativa no nosso panorama musical, sabe bem como cativar quem com ela se cruza, e nesta noite, nós também fomos Tara Perdida. Primeira parte de Boca Doce, e participação especial de Francisco Mendes no tema “Lisboa”.

Fotografia – Nuno Cruz