Embora já existam desde 2013, foi no verão deste ano, numa garagem do Festival Bons Sons, que descobrimos os LODO. Os quatro amigos de Cem Soldos e arredores descobriram que a paixão pelo rock era algo forte e latente e que deveriam fazer algo de bom com isso. Juntaram o talento e o amor à música e fizeram nascer o primeiro EP, que irá ser dado a conhecer ao mundo e lançado em formato físico no próximo sábado, dia 19, no auditório de Cem Soldos.

Os LODO foram finalistas do NOS Live Act e tocaram no Festival NOS Alive’15, tendo conseguido chegar a mais ouvidos e mentes e deixar boquiaberta os que conheceram a sua música.

Este EP, homónimo, é composto por cinco faixas, complexamente trabalhadas e estruturadas com a finalidade de criar reacções químicas e metafísicas pelo corpo e intelecto de quem ouvir.

12389010_10156342568305501_1508184935_o

Os amigos do rock: João Rufino (guitarra, vozes, teclas), o Bernardo Ferreira (baixo, vozes), o João Cotovio (guitarra, vozes) e o Carlos Silva (bateria, vozes), carregam entre si um todo cheio de composições e construções que são tudo menos lodo.

O álbum, constrói-se com faixas longas e cheias de presença. O som limpo e transparente coberto de pequenos pormenores e partículas que seguem trajectórias diversas e dispersas por entre estradas de desespero e apelos silenciosos. Caminha-se por entre percursos longos de progressão e complexidade, que nos fazem perder entre os riffs deliciosamente trabalhados e, por vezes, sombrios. O rock instrumental impera e contam-se histórias sentidas e em silêncio pelo meio das cordas e da percussão. Existe apenas letra numa faixa – “Gente”. Dona de uma poética e tons obscuros com alguns traços de Mão Morta, traduz-se em algo apetecível e apaixonantemente envolvente. Com uma sonoridade post – rock que se encadeia com o rock progressivo, notam-se claras influências de Pink Floyd, Riding Pânico, Mogway e Linda Martini. A última faixa do EP é uma versão carregada de riffs elétricos da música “Verdes Anos” de Carlos Paredes.

No dia 22 de Novembro, os LODO lançaram o seu primeiro single e vídeo – “Pele”. Um vídeo dividido em vários capítulos (3) que acompanham as várias construções e fases da música. Baseado na sensibilidade, na estranheza, no toque, na procura, no medo e na fuga, transmite um misto de sensações que tanto podem acalmar como destabilizar.

Os LODO estarão no próximo sábado no Auditório de Cem Soldos, a terra que os viu crescer, acompanhados de Surma e prometem agitar muitas almas (Evento Facebook – https://www.facebook.com/events/927362117351232/)

Mais informação sobre a banda em
Facebook – https://www.facebook.com/projectoLODO/?fref=ts
Youtube – https://www.youtube.com/user/ProjectoLodo
Soundcloud – http://www.soundcloud.com/projecto-lodo

Texto – Eliana Berto