Na quinta-feira, dia 17 de Fevereiro de 2022, foi lançado o single de estreia da cantora, compositora e produtora avant-pop lisboeta Lisa Lex.

Tirado do seu futuro EP de estreia, “Sirens” dá-vos as boas-vindas a uma viagem interior. “Sirens” é uma exploração das lutas internas que todos enfrentamos de tempos em tempos. Lisa usa a sua voz sensual para compartilhar com o mundo os seus pensamentos e sentimentos mais íntimos usando a música como uma ferramenta para processar a dor e, mais importante, abraçá-la. Letras honestas, carregadas de notas melancólicas de harpa, capacitam os ouvintes a superar esses pensamentos sombrios e tempos difíceis.

 

Sobre a inspiração por trás de “Sirens”, Lisa diz: “Sirens is about diving deep into the subconscious. About the ultimate freedom that comes from healing ourselves. How beautiful would it be to finally break free from our own demons? To feel better, we often push the pain deep into the meanders of the subconscious. We think that way the sorrow will magically disappear. The truth is, it won’t. The only way is to acknowledge it. To look the beast in the eye, face it, feel it. Feel all of it, the wave of suffering, the lava. Only when we let it naturally flow through us, eventually it will go away. Only then the pain will loosen the grip it had on us, and we will be able to truly let go.”

O lançamento do single é acompanhado por um vídeo impressionante filmado em Portugal e realizado por Lisa. Nascida em Seattle, a cantora de Lisboa escreveu a sua primeira música aos 11 anos para lidar com o seu primeiro desgosto. Esse foi o momento em que percebeu o incrível poder das palavras e o seu amor por contar histórias. “When I do music I am 100% myself and I feel like a superhuman”, diz Lisa. Mudou-se para Portugal depois de fugir de um ambiente repressor que não apoiava o seu amor pela música.

“Sirens”, assim como todo o EP que chegará em breve, é escrito, interpretado e produzido por Lisa e é masterizado por Rafal Smolen. A sua sonoridade é uma fusão de pop experimental, trip hop e sons cinematográficos e da natureza com influências de melodias do Médio Oriente.

Deixa um comentário