Podemos chamar casa a muitos lugares por onde vamos passando e vivendo experiências de modo continuado e serão sempre esses locais onde vamos voltar vezes sem conta durante a nossa jornada. Há casas que, de tanta tranquilidade e serenidade que nos trazem, nos fazem criar e querer revelar ao mundo esse lugar confortante.
“Village Song” é uma dessas revelações e o primeiro single de um disco de amigos, para amigos que cheira tanto a lareira como ao toque alaranjado de um sol a esconder-se atrás de um monte numa tarde de verão.

Santa Clara Blues é um projecto sobre amizade e partilha, composto por Fast Eddie Nelson na guitarra, lapsteel e back vocals; João Sérgio Reis (Ibéria) no baixo e back vocals; José Mendes (Lisbon South Bay Freaks) na guitarra e mandolin; Miguel Ângelo (Ex-Mayday Miracle) na voz e guitarra e Miguel Lima (The Soaked Lamb) na percussão. A amizade remonta a 30 anos atrás mas a génese do projeto nasce num retiro bi-anual de amigos de adolescência, em Corte Brique, no Alentejo profundo. Esta génese é composta por conversas à mesa, vinho tinto, partilha, empatias, sessões de pesca na barragem de Santa Clara, pelo vale, pelo vinil do Déjà Vu dos CSNY a rodar aos finais de tarde, pelas jams, e, especialmente, pelo tempo lento do Alentejo. A essência destas experiências levaram José Mendes e Miguel Ângelo a começar a compor entre o Barreiro e Bramfield. Destas composições vieram depois  as jams com o Fast Eddie Nelson, o convite a João Sérgio Reis para o baixo e a Miguel Lima para gravar o projecto que, rapidamente, se tornou no percussionista e sonoplasta da banda.

Montes Altos é o primeiro disco da banda, tem co-edição da Raging Planet e lançamento marcado para o dia 29 de Janeiro, com uma listening Party na Galo Negro & Shirt UP, pelas 16h, no Barreiro.

Deixa um comentário