A OPA – Oficina Portátil de Artes é um projeto pedagógico e artístico de raiz intercultural, promovido há mais de dez anos pela Associação Sons da Lusofonia que se integra na programação de espaço público preparada pela EGEAC, nomeadamente, para o mês de junho.

A experimentação artística, no sentido de laboratório criativo, é o ponto de partida de um caminho onde a cultura assume um papel central. As candidaturas para a edição OPA 2020 continuam a decorrer e encerram no próximo dia 22 de junho. Destinam-se a MC, DJ ou produtores que queiram usufruir da oportunidade de integrar um grupo que terá acesso a um processo de formação e posterior apresentação ao vivo dos seus projetos inéditos.

A formação OPA 2020 integra duas vertentes: sessões de formação online e sessões de formação presencial.

As sessões digitais estarão disponíveis nas redes sociais da OPA (Facebook, YouTube e Instagram) através de vídeos pedagógicos sobre diversos assuntos importantes para a construção de uma carreira na indústria musical. As sessões online serão abertas a toda a comunidade, promovendo a inclusão e formação de vários públicos.

Estas sessões são encabeçadas por variados profissionais da indústria musical de todos os quadrantes: do agenciamento à assessoria de imprensa, do management à distribuição, da composição à produção musical, entre outros.

As sessões presenciais, dirigidas exclusivamente aos projetos selecionados do processo de candidaturas / open call 2020, decorrem em espaços já parceiros da OPA 2020 (Lisbon Sound Society e World Academy) e dividem-se em vários workshops com alguns dos maiores nomes do hip hop e da indústria musical em Portugal como: Sam the Kid, Fumaxa, Fred Stone e Francisco Rebelo.

Num segundo momento das sessões presenciais, os projetos selecionados têm acesso a sessões de produção musical na World Academy e em ensaios para a grande apresentação ao vivo OPA 2020 que acontece a 1 e 2 de agosto em live stream.

Programação da formação OPA – Oficina Portátil de Artes 2020:

Sessões presenciais:
– Ritmo às Palavras – Workshop com Sam the Kid;
Beat Making / Produção de instrumentais – Workshop com Fumaxa;
Live Streaming / Como preparar um setup para diretos para o instagram, YouTube e Facebook – Workshop com Fred Stone e Francisco Rebelo;
Performance ao vivo – Francisco Rebelo
– Instrumentais e Backing Tracks para concerto – Francisco Rebelo
– Preparação para concerto e Live streaming – Francisco Rebelo

Sessões on line:
– Estratégias de comunicação / Criação de conteúdos / Gestão de redes – Com Sara Espírito Santo, Bernardo Queirós, Antena 3 e Rimas e Batidas
Management e Edições Independentes – Com Tomás Martins, responsável pelo conceito ocriador.pt e Sente Isto.
Booking e Agenciamento – Com Helena Pedro e Ana Moitinho da Radar dos Sons.
– Distribuição digital e Direitos de autor – Com representantes da SPA, GDA, Altafonte, Audiogest e ainda Tomás Martins (Sente Isto).
– Direitos e deveres cívicos – Com Carlos Martins (Presid. Ass. Sons da Lusofonia) e representante da EGEAC/CML/DMC .

O QUE É A OPA 2020?
A OPA – Oficina Portátil de Artes é um projeto pedagógico e artístico de raiz intercultural, promovido há mais de dez anos pela Associação Sons da Lusofonia que se integra na programação de espaço público preparada pela EGEAC, nomeadamente, para o mês de junho.

A experimentação artística, no sentido de laboratório criativo, é o ponto de partida de um caminho onde a cultura assume um papel central. Abrem-se assim caminhos na criação de manifestações artísticas dos que de tão perto estão tão longe e com menos oportunidades.

Através de workshops dirigidos por profissionais da indústria musical portuguesa, são dadas ferramentas técnicas e artísticas que permitem uma evolução acompanhada e, ao mesmo tempo, um lugar em palcos centrais da cidade. No fundo, garante-se a formação artística de novos talentos através de um acesso a inúmeras ferramentas e profissionais que os prepararam para um futuro mais promissor na área que apaixona os participantes de todas as edições: a música.

Pretende-se desta forma criar uma via de abertura de caminhos entre profissionais, poder local, artistas e palcos, unificando oportunidades entre os bairros e o centro da cidade.

Este ano, a OPA está de regresso para uma edição inovadora, desta vez em co-produção com a produtora / editora NISCHO – Projectos Criativos e com uma agenda de atividades que se estende até ao início de agosto.

Num ano em que se vive uma situação atípica no mundo da música portuguesa, a nova edição da OPA é mais relevante que nunca e esta nova edição conta com várias novidades como concertos de Warm Up, Open Call direcionada aos novos talentos e um novo website que reúne todas as novidades desta edição.

Nos últimos anos, a OPA tem trabalhado com centenas de jovens de diversas origens e bairros da Área Metropolitana de Lisboa.

FICHA TÉCNICA OPA
Promotora: NISCHO – Projectos Criativos
Direcção artística: ASL/ Carlos Martins
Direcção artística e pedagógica | direcção técnica: Francisco Rebelo
Produção executiva: Sandra Cardoso
Coordenação geral: Inês Lobo

Parceria Institucional:
EGEAC – Gabinete de Programação em Espaço Público
Câmara Municipal de Lisboa

Parcerias:
Lisbon Sound Society
Namouche
Take.It
World Academy

Media Partners:
Antena 3
Rimas e Batidas

+info OPA – Oficina Portátil de Artes

Fotografia (capa) – OPA – Oficina Portátil de Artes

Deixa um comentário