Há um festival dentro do Festival a Porta e chama-se Villa Omnichord: um dia completamente dedicado à Omnichord Records, casa de Leiria que colocou a cidade na dianteira da música portuguesa.

A 20 de junho, a tarde e noite é feita com Surma + Joana Guerra + João Hasselberg, Labaq, Whales, Jerónimo, Few Fingers, Obaa Sima e outros músicos da editora.

Villa Omnichord é uma celebração de uma grande família, é uma festa para Leiria e é a ocupação de um dos lugares mais incríveis da cidade: Villa Portela, um Chalet do século XIX.

Hugo Ferreira, da Omnichord Records refere que “a Omnichord cresceu como uma autêntica família da mesma cidade e o festival a Porta é um evento único e mágico para toda a família viver a cidade. Temos caminhado lado a lado nestas 5 edições de festival e resolvemos criar uma tarde e noite especiais em que, pela primeira vez, os vários artistas da Omnichord vão tocar no mesmo local. E o local para a Villa Omnichord não podia ser mais convidativo. É uma casa senhorial lindíssima com um jardim deslumbrante. E vamos preparar uma série de palcos e de surpresas para a tarde e noite do dia 20 de junho.

Programação completa da Villa Omnichord:

Abertura de portas às 16h00
17h00: Few Fingers
17h45: Obaa sima
18h30: Jerónimo
19h15: Whales com elementos de First Breath After Coma
21h30: Labaq com elementos de First Breath After Coma
22h30: Surma + Joana Guerra + João Hasselberg

Bilhetes disponíveis no Praça Caffèe ou online na Letsgo.

+info Festival a Porta

Fotografia (capa) – Villa Omnichord

Deixa um comentário