Samsara Blues Experiment, o som do centro do universo

No próximo fim-de-semana a banda alemã Samsara Blues Experiment vai regressar a Portugal para participar no Sonic Blast Moledo’18. Os alemães que se estrearam em Portugal em 2012 na segunda edição do Sonic Blast e regressaram em 2015 na segunda edição do Reverence Valada, desta vez irão ter honras de cabeça de cartaz sendo a penúltima banda a actuar no palco principal no primeiro dia do festival.

Alguns dias antes do Sonic Blast deste ano começar em força houve oportunidade de trocar algumas perguntas com Christian Peters, guitarrita e vocalista da banda.

Música em DX – Como é que se conheceram?

Samsara Blues Experiment – A banda começou como um projecto com outros músico em 2007, até que no verão de 2008 estabilizou um pouco. O Thomas, o nosso baterista, e eu temos um amigo em comum que nos apresentou. O Hans é amigo do nosso anterior baixista, Richard, que eu tinha conhecido através dos fóruns do Stonerrock.com.

MDX – Samsara Blues Experiment é um nome complexo. Como surgiu o nome da banda?

Samsara Blues Experiment – Basicamente foi intuição. Não dou grande importância a se é extenso ou curto. A minha avó de 93 anos lembra-se bem do nome, qual é a desculpa das outras pessoas?

MDX – Actualmente estão onde ? Como é o panorama musical ?

Samsara Blues Experiment – Actualmente vivemos em Berlin ( talvez não devesse ter mencionado isto, para não estragar o mistério…). A cena musical de Berlim… Há centenas de bandas, músicos, produtores… Acho que é por isso que as pessoas se sentem tão atraídas por Berlim. Mas não venham a Berlim por esse motivo, por que afinal não é assim tão espectacular. Na verdade a cidade até bastante feia. Mas temos bandas fantásticas como Muddy Orchid, Have Blue e outras mais.

MDX – Quão dificil é a vida de uma banda, conseguem fazer da banda a vossa principal ocupação?

Samsara Blues Experiment – É a nossa paixão! Mas se queres a verdade é que todos nós temos outros trabalhos. Eu sou o único que trabalha exclusivamente na aréa da música desde há cerca de dois anos, com um foco muito grande na banda. Claro que uma banda que toca um rock mais old school não sobrevive apenas disso. Como disse, existem centenas de outras bandas por aí, por todo o lado, temos de ser persistentes e apaixonados e se assim fôr, tudo está bem como está. Não temos queixas de nada…

MDX – Os Samsara Blues Experiment estão a passar o marco da década de existência. Em 2007 alguma vez imaginaste que as coisas correriam desta forma?

Samsara Blues Experiment – Não, antes de acontecer realmente nunca imaginei que iríamos tocar noutros continentes, América do Norte e América do Sul, e em Setembro vamos tocar na Austrália. É um bocado louco honestamente…

MDX – Estão envolvidos em outros projectos ou os Samsara são o vosso único foco actualmente?

Samsara Blues Experiment – Eu tenho as minhas coisas a solo como Surya Kris Peters. O Hans também toca com os Rodeo Drive. Mas os Samsara são o nosso principal foco.

MDX – Tendencialmente são mais dados ao improviso?

Samsara Blues Experiment – Não somos muito de improvisar. Isso é um bocado um mito. Normalmente gostamos de encaixar as nossas ideias.

MDX – E quando tocam ao vivo?

Samsara Blues Experiment – É tudo bastante estruturado também.

MDX – A última vez que estiveram em Portugal, em 2015 no Reverence Valada, o vosso concerto foi um dos mais celebrados dessa edição. O que podemos esperar do vosso concerto no Sonic Blast e quais as vossas expectativas em relação ao público português?

Samsara Blues Experiment – Por favor NADA DE EXPECTATIVAS! Isso só vos trará decepções. Divirtam-se e se tem dificuldade em divertir-se e relaxar, bebam umas quantas cervejas, ou façam o que quer que resulte para vós. Nós estamos ansiosos por nos encontrarmos convosco.

MDX – Conhecem algumas bandas portuguesas?

Samsara Blues Experiment – Já tocámos com algumas, creio que os Solar Corona foram uma delas. Houve outra que gostei bastante mas não consigo lembrar-me do nome…

MDX – Obrigada pela vossa disponibilidade. Há algo mais que gostariam de acrescentar?

Samsara Blues Experiment – Estamos bastante excitados com o concerto. Portugal tem sido bom para nós e vai correr tudo bem!

+info em samsarabluesexperiment.bandcamp

Entrevista – Isabel Maria
Fotografia (capa) – Ana Pereira | Música em DX (Reverence Valada’15)