Últimas confirmações para o Indie Music Fest 2017

São doze as bandas que fecham o cartaz do Indie Music Fest 2017 que acontece no Bosque do Choupal em Baltar entre os dias 31 de Agosto, 1 e 2 de Setembro.

Depois de apresentados os nomes de Conjunto Corona, Them Flying Monkeys, Twins Transistors, Heavy Cross of Flowers, Paraguaii, The Miami Flu, Lucky Who, Moon Preachers, Killadelphia, El Señor, Manuel Fúria & Os Náufragos, Marvel Lima, Jonny Abbey, Phantom Trio, Los Luchos, Astrodome, Pãodemonio, Stone Dead, The Laizy Faithful e Toulouse, é a vez de revelar uma dúzia de nomes que vão deixar o Bosque do Choupal ainda mais encantado, ficando a faltar apenas os nomes da área electrónica, a ser anunciados em breve.

Nomes que já dispensam qualquer tipo de apresentações. Falamos dos The Poppers e Nice Weather for Ducks. De Lisboa os The Poppers assumem com orgulho a herança do Rock n’ roll e vem apresentar o seu novo disco de originais, «Lucifer», e de Leiria os Nice Weather for Ducks confessam-se viciados em canções (de todos os géneros e feitios) e no som de instrumentos que mandaram vir do ebay. A música deles é uma amálgama de sons e de ritmos e vozes vibrantes!

George Marvinson é o pseudónimo criado por Tiago Vilhena (musico dos Savanna) para nos mostrar a sua visão do mundo em forma de canções.

Mr.Gallini é o alter ego do também baterista de Stone Dead e o som produzido pode ser descrito como psych harmonioso de quem não quer ceder a crescer e deixar para trás o charme, a inocência e uma criatividade borbulhante. Promete.

Oriundos de Alcobaça e sem rótulo aparente, os FUZZIL trazem consigo uma mistura agressiva de fuzz com vocais melódicos. Influenciados pelas ondas psicadélicas dos 60’s/70’s e toda a panóplia dos anos 90.

Os Flying Cages são uma banda de Indie rock e apresentam ‘Woolgather’, o segundo álbum de estúdio, fresco e maturo.

Foque. Assim se intitula o projecto a solo de Luís Leitão. É um projeto que surge da necessidade de ter independência musical e de largar, não as guitarras nem as baterias convencionais, mas o rock em geral, onde havia estado embrenhado grande parte da sua vida.

Rapaz Ego é aquilo que ficou por dizer por Luís Montenegro. O Luís que toca nos Salto desde que se lembra, tem o projecto de electrónica Lewis M.  e dá uma ajuda na formação com banda da Capicua desde o ano transacto. Rapaz Ego é um desabafo.

Para um final em festa Moda Americana são uma banda de rock alternativo de Lisboa com uma sonoridade psicadélica moderna e expansiva, de Vila do Conde chegam os Indian RubberEden Lewis II aparece no Bosque em tons de Funk, Soul, Jazz, RnB e Hip Hop e em ritmo explosivo Pás de Problème. Uma mistura que bebe da música cigana, dança ao som de ritmos africanos ou cresce com a eloquência de um jazz cheio de fogo. Criando uma mistura exótica para sentir com o corpo todo, fazendo dos Pás de Problème embaixadores da música do mundo para fazer a festa. Haja muita festa!

Os bilhetes estão à venda na bol e nos locais habituais a um preço exclusivo para os amantes da nova música nacional.

Passe Geral – 3 dias: 30€ com oferta da t-shirt do festival (limitado a 150 unidades).

Confirmados para o IMF 2017:

Conjunto Corona, Them Flying Monkeys, Twins Transistors, Heavy Cross of Flowers, Paraguaii, The Miami Flu, Lucky Who, Moon Preachers, Killadelphia, El Señor, Manuel Fúria & Os Náufragos, Marvel Lima, Jonny Abbey, Phantom TrioLos Luchos, The PoppersNice Weather for Ducks, George MarvinsonMr.GalliniFUZZILFlying Cages, FoqueRapaz Ego, Moda Americana, Indian RubberEden Lewis II Pás de Problème..

+info em indiemusicfest.pt

Fotografia (capa) – Luis Sousa