Loading Map....

Data/Hora
Date(s) - 09/11/2016 - 10/11/2016
23:00 - 1:00

Location
Sabotage Rock Club

Categories


Xenia Rubinos, a visionária compositora de Brooklyn, acaba de lançar o seu mais recente trabalho Black Terry Cat. Black Terry Cat apresenta um som inconfundível e emocionante que a revista The New Yorker definiu como “música de ritmos selvagens de voz generosa que foge a qualquer enunciação conhecida”. Xenia utiliza a sua voz poderosa para fazer confluir géneros tão díspares como R&B, hip hop e jazz, todos eles sob um manto do punk-funk nova iorquino.

Nas palavras da própria “Black Terry Cat é uma viagem num tapete mágico, cujo combustível são os ritmos pesados e as linhas de baixo funky. “Lonely Lover” foi o primeiro tema que conclui, um ponto de inflexão em que senti que tinha conseguido alcançar um som próprio, e que acabou por se converter no mantra para o restante disco. Durante a sua elaboração ouvia muito R&B, hip hop, rap além de pesquisar sobre a cultura americana e as respectivas raízes afro-latinas donde provenho.”

O novo disco de Xenia baseia-se nos ritmos truncados de Marco Buccelli, produtor do disco com a ajuda de Jeremy Loucas como técnico de som. Um trabalho noite e dia que acabou por dar origem a Black Terry Cat, nome que surgiu de “um enorme gato negro sujíssimo” que surpreendeu Xenia numa fria noite em Brooklyn.

“Em relação às letras, estive imersa num estranho estado mental e romântico pensando em intérpretes como Billie Holiday, Judy Garland e o funk de Chaka Khan”

“Canalizava todos este intérpretes através da minha voz, mas acabei a regravar todas as vozes em minha casa porque não as sentia como minhas. Mal abri uma garrafa de aguardente comecei a gravá-las de novo. Queimei uns papéis para tentar emular, através do fumo e do cheiro, os xamãs que me ajudaram a encontrar a minha própria voz e a forma de me expressar. Estou Muito orgulhosa do resultado”.

xenia-rubinos-nov2016-sabotage-cartaz

Nuno Rabino: DJ residente do Sabotage, promete-nos uma noite de sonoridades soul, funk e R&B onde ficar parado é sacrilégio. Qualquer rotação é válida desde que o corpo se confunda com o espírito e ambos partam do dance floor para o universo desconhecido.

Xico da Ladra: Desde o princípio do ano que tem desvendado, semanalmente, a pescaria do mar de Santa Clara. Misterioso – embora omnipresente -, torna-se rapidamente num dos segredos da Graça. É no Estrela, onde é residente, que o podemos ouvir quase todas as quintas-feiras. Quem aparece, junta-se ao clube de fãs.

Bilhetes 7 EUR à venda na Flur e na porta na noite do concerto.

+info em https://www.facebook.com/events/662263033942236/

Cartaz – Gonçalo Freitas