Loading Map....

Data/Hora
Date(s) - 06/11/2015
20:00 - 23:30

Location
Paradise Garage

Categories


Foi já depois de um período sabático de três anos e da edição do incompreendido «0141 632 6326» em 1997 que, face à indiferença por parte de um público a viver a euforia pós-«Smells Like Teen Spirit», os escoceses GUN decidiram colocar um ponto final numa carreira, até aí, sempre em crescendo. Não sem antes darem alguns concertos de despedida, no entanto. Em 1998, perante um Paradise Garage a rebentar pelas costuras, o quinteto liderado pelos irmãos Gizzi protagonizou dois concertos apoteóticos em Lisboa… Duas noites de rock’n’roll suado e contagiante, em que se entoaram em uníssono êxitos como «Better Days», «Steal Your Fire» ou «Word Up!» e que, quase duas décadas depois, continuam cravadas na memória coletiva do público nacional presente nessas ocasiões. Hoje, apesar de terem estado parados durante uma década e só terem retomado a atividade há alguns anos, é como se nunca se tivessem separado. Os GUN continuam a ser uma referência incontornável para quem viveu a 100% os loucos anos 90 e, no dia 6 de Novembro, vão voltar a subir ao palco do Paradise Garage, em Lisboa, a sala e a cidade onde cravaram o seu nome para sempre na história do rock em Portugal.

Se recuarmos uns anos, não é difícil compreender o fenómeno. Em 1989, o hair metal estava já numa fase terminal e o grunge começava a dar os primeiros passos. Formado uns anos antes em Glasgow, o quinteto liderado pelos irmãos Gizzi deu-se a conhecer ao público nesse ano e, de um momento para o outro, tomou de assalto as ondas radiofónicas com o single «Better Days». Injetando sangue novo à tradição do rock clássico, com os seus blusões de cabedal, calças de ganga e botas de motoqueiro, os GUN revelaram desde cedo uma atitude terra-a-terra, que os tornou adorados imediatamente. Apesar da tenra idade de alguns membros – Dante Gizzi tinha apenas 15 anos quando a banda foi formada em 1987 –, a versão contemporânea do rock autêntico que os caracterizou desde o início deu-lhes uma vantagem clara sobre seus pares na viragem da década de 80 para a de 90. Num rápido piscar de olhos transformaram-se num verdadeiro fenómeno à escala global, assente em singles orelhudos como a estreia «Better Days», «Inside Out», «Money (Everybody Loves Her)», «Taking On The World», «Steal Your Fire», «Shame On You», «Word Up!», «The Only One» ou «Something Worthwhile», entre outros.

Durante cinco anos, o grupo gravou três discos de enorme sucesso e manteve-se imparável. Em nome próprio ou ao lado de bandas gigantescas como os Rolling Stones, os músicos escoceses tocaram por todo o mundo perante plateias esgotadas e totalmente rendidas a prestações enérgicas e contagiantes. Pelo caminho, a estreia «Taking On The World» reinventou o rock’n’roll para toda uma nova geração e transformou-se num marco na história dos músicos escoceses. Nos anos seguintes nada podia parar os GUN. «Gallus», de 1992, manteve-os em tour e, dois anos depois, «Swagger» transformou-se no maior sucesso do grupo, trepando ao Top 10 britânico. Contra todas as expectativas, o grupo separa-se em 1997 e só volta a dar sinais de vida mais de uma década depois. Ancorados pelos incansáveis irmãos Gizzi, partem em digressão, atuando em festivais como o T In The Park ou o Derrame Rock e encabeçam uma série de espetáculos em nome próprio, que incluiu duas datas esgotadas no Sheperd’s Bush Empire, em Londres. Entretanto «Taking On The World» foi incluído na lista dos “150 Melhores Álbuns de Estreia de Todos os Tempos” da revista Classic Rock e, com Dante Gizzi a assumir a posição de vocalista e o lançamento de «Break The Silence» em 2012, reafirmaram-se como um dos melhores grupos de rock escoceses de todos os tempos. 2015 marca o regresso aos palcos e também às edições, com a novidade «Frantic».

Na 1ªparte de GUN estarão os portugueses Insch, banda bem conhecida do Música em DX e que abrirá com grande power as honras da casa no Paradise Garage.

Abertura de portas: 20h00 – Início do espetáculo: 21h00

Promotor – Prime Artists